* DÁ FORMA A UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL *

Cookies de cacau sem glutén

Ontem foi dia de prova e, como é habitual em véspera de corridas do Team há que fazer as cookies da praxe, a “cenoura” que inventei para convencer um grupo de pessoas que não se conheciam de lado nenhum, a juntarem-se para correr :-).

Como sábado foi atribulado e o plano de comprar os ingredientes durante a manhã, fazer as bolachas à tarde a tempo de ir entregá-las ao final do dia, para que estivessem na meta no dia da prova, falhou por completo, tive de a inventar umas novas bolachas com os ingredientes que tinha, mantendo sempre a premissa de ficarem crocantes.

Já andava curiosa para experimentar dois ingredientes novos em bolachas: farinha de amêndoa e mapple syrup, e foi desta. Resultou muito bem, continuaram crocantes mas com uma consistência idêntica das areais, que dão a sensação que se defazem na boca.

Deixo a receita para poderem experimentar e comprovar.

Ingredientes:

– 60g de amêndoa moída na altura

– 140g de granola de cacau sem açúcar (Casa a Granel)

– 80g de mapple syrup

– 8 col. sopa de farinha arroz

– 1 col. chá de bicarbonato

– 1 col. de sopa de óleo de coco

– 3 col. de água morna

– 2 col. de sopa de pepitas de cacau

– 2 col. de sopa de sementes de sésamo

– 1 pitada de flor de sal

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 150ºC.

Comece por preparar os ingredientes secos. Triture as amêndoas e coloque numa taça. Em seguinda, triture a granola de cacau, mal moida, e junte à farinha de amêndoa. Misture bem e adicione a farinha de arroz, o bicardonado de sódio e misture muito bem.

Aqueça o óleo de coco para que fique liquido e junte ao preparado juntamente com o maple syrup. Coloque a água morna aos poucos e antes mesmo da mistura se transformar numa pasta uniforme, adicione as pepitas de cacau e as sementes de sésamo.

Faça várias bolinhas e, depois de colocadas no tabuleiro do forno, são espalmadas para ficarem baixas e crocantes depois de cozidas.

Leve ao forno durante 45 ou 60 minutos e ao fim de 15 minutos volte a espalmá-las com a ajuda de uma espátula. A partir dos 45 min. é melhor ir vigiando as bolachas, para que não se queimem. Outro truque para que fiquem bastantes crocantes é, depois do forno apagado, deixá-las durante mais algum tempo no forno, ou mesmo de um dia para o outro, desta forma perdem toda a humidade.

 

Bolachas aprovadas pelo Team, o melhor focus group que arranjei para testar as novas experiências culinárias 🙂

Experimentem e partilhem como correu!

It’s Up to You!

Raquel

One thought on “Cookies de cacau sem glutén”

  1. Telma Ponte diz:

    👍🏻

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code