* DÁ FORMA A UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL *

Kick boxing e yoga _ o que têm em comum?

22/01/2015

image

Esta semana está a ser cheia de novas experiências. Comecei com uma aula de aeróbica com parte localizada, terça-feira foi dia de estreia no kick boxing, partilhando o Personnal Trainer (PT) de uma amiga, e ontem foi dia de yoga (a única experiência que tinha tido foi há mais de 10 anos)!

Atividades físicas muito diferentes e que à partida todos acharíamos que nada têm a ver. Mas enganam-se. Há algo que as aproxima e muito, a respiração. No kick boxing a atenção esteve virada para os movimentos, sempre em sintonia com a respiração, mas foi pacífico porque respirei como sempre o fiz até hoje, inspiração pelo nariz e expiração pela boca. Já no Yoga, trocaram-me as voltas, e aí a dificuldade aumentou. A REGRA é inspirar e expirar só pelo nariz (inicialmente, enquanto o organismo ainda não está habituado à quantidade de ar, pode dar-se ficar com tonturas). Há quem lhe chama Nutrição Respiratória! Encontrei este artigo na Net que reflete exatamente o que nos foi passado durante a aula de Yoga, sobre a importância da respiração! http://www.paulasoveral.net/artigos/pdf/importancia-respiracao.pdf

Quanto à intensidade dos “treinos” e resultados? Ambos foram excelentes para sentirmos, pela primeira vez, determinados músculos e partes do corpo que até então desconhecemos. Os braços e a parte abdominal foi muito trabalhada no kick boxing, já no Yoga, além do abdómen, trabalha-se muito a postura.

Quem pratica Yoga com frequência aconselha a não se comer nada duas horas antes. Quem nunca, ou quase nunca, experimentou Yoga e está a pensar começar, lembre-se que o equilíbrio e a flexibilidade, segundo dizem, é como a corrida, quando mais se pratica mais se evolui. Como a vida é feita de metas e objetivos para atingir, acabei por ficar com mais este alerta e vontade de confirmar que uma tábua dura com perto de zero de flexibilidade se pode tornar num corpo moldável e fluido. A ver vamos!

Resumindo, assim como na alimentação, é muito importante variar ao nível do exercício físico! Se estivermos uma vida inteira a praticar os mesmos exercícios, estaremos sempre a “puxar” pelas mesmas partes do corpo! Só por causa disso e porque estou numa semana de descobertas e novas aprendizagens, hoje ainda vou arranjar um “buraco” para experimentar uma aula de BodyBalance J!

It’s Up to You ter tempo para fazer o que nos faz feliz!

Raquel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code