* DÁ FORMA A UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL *

SHARE YOUR HEALTHY MOOD _ 11º TESTEMUNHO _ Quando os hábitos mudam em apenas dois meses!

Idade: 38 Anos (37 na data da resposta ao Quiz)

Profissão: Arquiteta

image

O testemunho que hoje partilhamos foi-nos enviado em Novembro de 2014 e, desde então, alguns hábitos foram-se alterando, para melhor.

Ficámos muito felizes ao nosapercebermos ontem no Instagram, que esta jovem arquiteta acaba de completar um programa de 60 sessões do Insanity Workout, um treino que é feito em casa e em que não é preciso material, a partir do qual conseguiu perder 10 cm de cintura. E, não vai parar por aqui, como está “viciada” em poder fazer exercício físico em casa, à hora que pode ou lhe apetece, às vezes até com os filhos por perto (que são quatro), vai começar um novo programa desta vez de Hip Hop, para trabalhar ainda mais a zona abdominal. Muitos parabéns!

Em baixo estão as respostas ao questionário e o parecer da nossa nutricionista Joana Ávila, com ótimos conselhos ao nível dos hábitos dos hábitos alimentares, onde acrescenta alguns substitutos, que a juntar ao sucesso conquistado com o exercício físico vão fazer com que não haja vestígio de qualquer gordurinha nas próximas idas à praia :-)!

Respostas:

1 – Num dia de semana, sem muito tempo, o que costumas tomar ao pequeno-almoço?

Um copo de água, café com leite magro e torrada de pão de sementes com manteiga.

2 – Qual a refeição do dia que dás mais importância e porquê?

Depende do dia. Porque a refeição é um acto social e isso conta. Não tomo muitos cuidados se isso for constrangedor com a situação.

3 – Costumas beber alguma coisa às refeições? E durante o dia?

Sim, água. Durante o dia ingiro poucos líquidos.

4 – Qual o alimento que não passas muito tempo sem comer?

Fruta e sopa.

5- E qual a “relação” que tens com os legumes? Fazem parte do teu dia-a-dia?

Sempre.

6 – Fazes exercício físico? Quantas vezes por semana? E qual/quais? 

Pouco.

7 – Quando estás num pico de stress, pensas, agora punha tudo de lado e ia … (fazer o
quê)?

Dormir.

Parecer de Joana Ávila _ Nutricionista

Olá!

Muito obrigado pela sua colaboração e de partilhar connosco algumas das suas rotinas.

Depois de ler com a devida atenção as suas respostas, vou deixar-lhe alguns conselhos para melhorar a sua alimentação diária e contribuir para o seu bem-estar.

Comecemos pelo pequeno-almoço (PA), se a mistura do leite com café não for imprescindível, o ideal seria não a fazer já que a cafeína impossibilita a fixação do cálcio. Se for do seu interesse experimentar bebidas alternativas ao leite, deixo algumas sugestões: bebida de amêndoa, bebida de coco (da Alprosoja, por exemplo). Isto porque o leite não é essencial para a saúde, o pouco cálcio
que fornece rapidamente é excretado durante digestão, além da intolerância que causa com o avançar da idade e sintomas incomodativos que são normalmente associados a outros alimentos (enfartamento, azia, produção de gás, etc.). O pão com sementes é bom, mas tem uma carga energética (calorias) superior ao pão simples, já que as sementes sendo oleaginosas tem elevado valor calórico. Se quiser reduzir com pequenos “truques” o valor calórico da sua alimentação
diária, este é um deles, opte por um pão escuro, de mistura, centeio, arroz ou aveia ou broa de mistura (ex. de Avintes) que além de nutritiva é muito saciante.

Uma dica para aumentar o consumo de água, que não deve ultrapassar o 1,5L (esta é a quantidade q.b. para a sua atividade, mais só irá promover a retenção de líquidos). Faça um chá do seu agrado e misture mais um pouco de água, pode escolher o chá verde que lhe dará uma dose de vitalidade extra para o seu dia J ou opte pela água aromatizada, num litro de água junte pau de canela e casca de limão ou laranja ou um fruto vermelho (morangos, framboesas, mirtilos, amoras) desta forma a sua
água tornar-se-á mais agradável de beber e facilmente lembrada.

No momento, como pratica pouco exercício físico, procure fazer uma refeição, almoço, completa,
metade do prato sempre com verduras, um pouco mais de ¼ do prato com carne ou peixe ou ovo e o restante ocupa com batata (a doce está no topo J ) ou arroz (selvagem, integral, basmati) ou massa ou leguminosas.

Ao jantar poderá optar por fazer uma refeição semelhante substituindo os farináceos (batata, arroz, etc.) por mais legumes ou salada fresca, ou escolher uma refeição mais ligeira e completa, por exemplo sopa de legumes com 1 leguminosa (grão ou feijão ou ervilhas ou lentilhas), ovo mexido ou cozido ou escalfado (pode e deve juntar mais 1 ou 2 claras) e fruta. Espero com estas dicas ter-lhe despertado vontade para se mimar e sentir-se ainda melhor.

It’s Up to You

Joana Ávila _ Nutricionista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code