FAMÍLIA E ALIMENTAÇÃO. COMO GERIR? | LISTA DE COMPRAS PARA A QUARENTENA

“Família e alimentação, como gerir?” foi o tema da terceira edição Trapézio Talks (Ttalk) de 2020, agendada desde o início do ano e que quisemos manter mesmo à distância, graças a aplicações como a Zoom, só a falta de imaginação nos limita a socialização.

Se antes de termos sido “convidados” a ficar em casa com toda a família, 24h sob 24h, a gestão da alimentação familiar já era tema, agora tornou-se ainda mais importante.

Assim como não há duas pessoas iguais, também não existem duas famílias a comportarem-se da mesma forma. Se acrescentarmos a isso o comportamento alimentar de cada membro da família, percebemos a difícil tarefa que é a gestão da alimentação de toda a família.

Pensar no pequeno-almoço, almoço (marmitas) e jantar para todos já era uma tarefa árdua, planear todas as refeições do dia para toda a família, juntamente com o teletrabalho, a tele-escola e as restantes tarefas domésticas, pode ser algo igual a apetecer ir ali dar uma volta, e não voltar… (joking).

O Ttalk de hoje, do qual fui oradora, e que muito agradeço à Andrea e Catarina me terem sugerido, teve como objetivo partilhar o que anda a funcionar cá em casa depois de uma semana de quarentena em modo adaptação, dar algumas dicas e truques que funcionam para mim, para que possam aproveitar as que melhor se adequam à vossa dinâmica familiar. Foram desenvolvidos os seguintes pontos:

  1. Compras para a quarentena, gestão e acondicionamento de mantimentos
  2. Cozinha saudável: dicas e truques
  3. Ementas planeadas à semana ou ao dia (espontâneas)
  4. 1 ingredientes principal para 2 ou mais refeições | Zero Desperdício
  5. Outras dicas

Deixo-vos o desenvolvimento do ponto 1 com a lista de compras recomendada para uma quarentena, tendo em conta a validade e durabilidade dos alimentos, e à qual, caso não sejam vegetarianos, devem acrescentar a carne e o peixe que mais gostam e costumam consumir.

Lista de compras para uma quarentena saudável:

– Grãos / leguminosas / Massas / Batata (seco ou enlatado)

– Arroz thai integral, quinoa, millet, cuscus integral, bulgur, puré de batata, feijões (todo o tipo)

– Cebola, alho

(guardar num local escuro e frio ou picar e congelar)

– Especiarias

Curcuma, canela, cardamomo, caril, gengibre em pó, pimenta-preta em grão, pimentão-doce, cominhos, tomilho

– Enlatados

Atum, sardinha, cavala, tomate pelado, ervilhas, milho, espargos

– Congelados

Camarão, ervilhas, cebola, pão (fatiar e congelar)

– Óleo vegetal (coco), Azeite, Vinagre de sidra

– Manteigas vegetais, Tahini

– Farinhas: Aveia, trigo integral, espelta, arroz, trigo sarraceno

(bolos, biscoitos, base de quiches, etc…)

– Vegetais resistentes

Brócolos, cenouras, abóbora, beterraba, nabo, alho francês, courgette, chuchu (descascar e cortar metade da quantidade e congelar)

– Leite ou bebidas e cremes vegetais (substitutos das natas) e Leite de Coco

– Ovos

– Cereais = Granola (aveia, sementes, frutos secos)

– Ervas aromáticas e pimentos

Salsa, coentros, hortelã e manjericão (lavar, picar e congelar)

– Fruta:

Bananas, maça, peras, laranja, manga e frutos vermelhos

(congelar as bananas sp que começam a ficar maduras; maças e peras, cozer individualmente, fazer um puré de cada e congelar metade)

– Molhos, temperos e aperitivos

Soja ou tamari, mostarda Dijon, queijo parmesão, azeitonas, miso, pickles.

– Adoçantes naturais: Tâmaras, Mel, Alperces Secos, Doces sem açúcar, Cacau em pó

Obrigada a todas as participantes no ttalk e obrigada pelos vossos inputs.

Os restantes pontos irão ser desenvolvidos durante esta e a próxima semana em posts distintos.

Espero que vos seja útil!

#stayhome #besafe

It’s Up to You!

Raquel